USAL11: Guia Completo sobre o Fundo de Índice de Empresas Norte-Americanas de Grande Porte

USAL11

1 de outubro de 2023

Ícone de Compartilhamento

O USAL11 é uma alternativa para aqueles que desejam uma fatia do mercado norte-americano.

Neste guia introdutório, vamos cobrir:

  • Origem e Finalidade: O que é exatamente o USAL11.
  • Índice de Referência: Uma visão panorâmica do CRSP U.S. Large Cap Index, um índice que congrega uma vasta gama de empresas de grande porte dos EUA.
  • Aspectos-chave: Informações essenciais, desde gestão até taxas associadas.

Antes de mergulharmos no universo do USAL11, é crucial compreender o cenário econômico e a importância de tais ativos em um portfólio diversificado.

O que é o USAL11?

USAL11 é um ETF que visa replicar o comportamento do índice CRSP U.S. Large Cap Index. Ele é composto pelas maiores empresas americanas, como Apple, Disney e Microsoft.

  • Natureza: O USAL11 não é uma ação individual, mas sim um fundo de índice.
  • Objetivo: Sua finalidade principal é seguir a variação do índice CRSP U.S. Large Cap Index.
  • Localização: É possível identificar e adquirir este ativo em corretoras utilizando o código USAL11.

Descrição do Ativo

Dentro da gama de opções de investimento disponíveis, o USAL11 é particularmente distinto por uma série de razões:

  • Estratégia: Este fundo foi concebido para acompanhar de perto a performance do índice CRSP U.S. Large Cap Index.
  • Diversificação: Ao investir neste fundo, os investidores obtêm exposição a uma vasta seleção de empresas norte-americanas de grande porte, sem ter que comprar ações de cada uma individualmente.

Há outras ótimas opções de ETF para o mercado americano. Caso queira investir em NASDAQ, conheça o NASD11.

Índice de Referência: CRSP U.S. Large Cap Index

Por trás do USAL11 está o CRSP U.S. Large Cap Index, um índice influente e representativo:

  • Composição: Abrange uma parte significativa, 85%, do valor de mercado de ações dos EUA.
  • Diversidade de Empresas: Embora o foco seja em empresas de grande porte, conhecidas como “Large Caps”, o índice também engloba algumas companhias de porte médio (“Mid-Caps”) e supergrandes (“Mega-Caps”).
  • Relevância: Refletindo uma porção substancial do mercado norte-americano, o índice serve como um barômetro da saúde econômica e do desempenho de algumas das maiores empresas do mundo.

Características do USAL11

Para um entendimento mais aprofundado sobre o USAL11, é crucial examinar suas principais características, que determinam sua operação, gestão e custos associados.

Administradores e Gestores

Por trás de cada fundo de índice há uma equipe que garante sua operacionalidade e conformidade:

  • Administrador e Custodiante: O Banco BNP Paribas Brasil S.A detém essa responsabilidade dupla, zelando pela administração geral e pela custódia dos ativos do fundo.
  • Gestor: A XP Allocation Asset Management LTDA. é quem gerencia e toma as decisões de investimento do fundo, assegurando alinhamento com o índice de referência.

Dados Relevantes

Uma série de detalhes fornece uma visão clara sobre o fundo:

  • Códigos: Para transações e informações, é utilizado o código ISIN BRUSALCTF005 e, na B3, a sigla USAL11.
  • Índice de Referência: O fundo tem como espelho o CRSP US Large Cap Index.
  • Início das Operações: O fundo teve sua estreia em 09/02/2022, ampliando as opções para investidores brasileiros interessados em exposição internacional.
  • Formador de Mercado: O Credit Suisse (Brasil) S.A Corretor de Títulos e Valores Mobiliários auxilia na liquidez do fundo, facilitando as operações de compra e venda.

Taxas e Despesas

Todo investimento tem seus custos, e com o USAL11 não é diferente:

  • Taxa de Administração: Anualmente, é cobrado 0,16% sobre o patrimônio líquido do fundo, uma taxa que remunera a gestão e administração.
  • Taxas Associadas: Além da taxa principal, há outras taxas associadas, como aquelas relacionadas aos fundos em que o USAL11 investe. Por exemplo, a taxa de administração paga ao Fundo de Índice Alvo é de 0,04% ao ano.
  • Provisão: A taxa principal é provisionada diariamente, considerando um ano de 252 Dias Úteis, sendo paga até o 5º Dia Útil do mês subsequente.

Estratégia e Operações do USAL11

Além das características básicas e operacionais, é fundamental compreender as táticas e operações adotadas pelo fundo para atingir seus objetivos.

Política de Investimento

A estratégia de investimento adotada é crucial para o desempenho de um fundo:

  • Foco Principal: O USAL11 destina no mínimo 95% de seu patrimônio em cotas do Fundo de Índice Alvo ou em posições compradas no mercado futuro.
  • Objetivo: A meta é refletir, indiretamente, a variação e rentabilidade do índice CRSP U.S. Large Cap Index.
  • Diretrizes: Todas as operações seguem os limites definidos no regulamento oficial do fundo, disponível para consulta pública.

Empréstimo de Valores Mobiliários

Um aspecto interessante da operação do USAL11 é a capacidade de emprestar valores mobiliários:

  • Finalidade: Permitir ao fundo otimizar seus retornos através do empréstimo de ações ao mercado.
  • Limites: O valor total das ações emprestadas não pode ultrapassar 70% do Patrimônio Líquido do fundo. Além disso, não podem ser emprestadas mais de 70% do número total de ações de qualquer ação do índice detida pelo fundo.

Carteira de Ativos

Os ativos detidos pelo USAL11 são um reflexo do índice que procura espelhar:

  • Diversificação: Entre os nomes proeminentes na carteira do fundo estão gigantes globais como Google, Facebook, Amazon, NVIDIA, Tesla, JPMorgan, Apple, Microsoft, Cisco, Disney e Pfizer, entre outros.
  • Relevância: Ter uma carteira diversificada com empresas de alta relevância global proporciona ao investidor uma exposição equilibrada ao mercado norte-americano de ações.

Considerações Finais e Tributação

Ter um entendimento abrangente do USAL11 também envolve considerar aspectos fiscais e ponderações finais que podem afetar a decisão de um investidor.

Exposição Cambial

Uma característica notável do USAL11 é sua exposição à moeda:

  • Variação do Dólar (USD): O fundo acompanha as oscilações da moeda americana, tornando-se uma alternativa para quem deseja se proteger das variações cambiais ou aproveitar oportunidades de valorização da moeda.

Tributação

Todo investimento em território brasileiro possui implicações fiscais, e com fundos de índice não é diferente:

  • Ganho de Capital: Existe uma tributação de 15% sobre o ganho de capital obtido com a venda das cotas. Esta é uma taxa padrão para fundos de ações no Brasil.

Público Alvo

É crucial considerar se o USAL11 se alinha ao perfil e objetivos de cada investidor:

  • Investidores em Geral: O USAL11 é adequado para uma ampla gama de investidores, desde que estejam cientes da exposição internacional e das implicações fiscais envolvidas.

Conclusão

Investir em ativos que proporcionam exposição internacional tem se tornado cada vez mais comum entre os brasileiros, principalmente com a facilidade proporcionada por fundos como o USAL11. Este ETF oferece uma porta de entrada para as maiores empresas dos Estados Unidos, com a comodidade de operar localmente na B3.

  • Diversificação: Além da exposição a gigantes globais, o USAL11 também serve como uma ferramenta de diversificação de carteira e proteção contra variações cambiais.
  • Conhecimento: Como qualquer investimento, é crucial que o investidor entenda completamente o produto, desde sua estrutura operacional até as nuances de sua política de investimento.

O USAL11, com sua abordagem focada no índice CRSP U.S. Large Cap Index, certamente se destaca como uma opção considerável para aqueles que buscam ampliar seus horizontes de investimento e diversificar sua carteira.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe:

Tags: